Afogamentos: Ações de Segurança Aquática para se proteger!


afogamentos

O verão está chegando e com ele a preocupação com o número de afogamentos. Quer ensinar seu filho a nadar, e ainda mais importante, a estar preparado para um possível afogamento? Marque já uma aula experimental de natação, aqui!

Segundo o INATI o afogamento é a segunda causa de mortes de crianças entre 1 e 9 anos no Brasil. Isso não deveria acontecer se todos fossem mais cautelosos.

Então hoje vamos falar sobre as Ações de Segurança Aquática propostas pela Fundação Safer 3 para proteger as pessoas e em especial as crianças, do risco do afogamento.

A Via Esporte e o INATI – Instituto de Natação Infantil apoiam e divulgam essas Ações para a conscientização das famílias.

Seguro significa que você está livre de dano, risco ou perigo. Quando falamos de água isso não existe.

Quando se está dentro ou próximo a água há sempre o risco, por isso devemos agir para aumentar a segurança desses ambientes.

E como fazer isso? Basta seguir estas 3 simples ações:

1. Água mais segura

Aprenda a identificar os riscos associados com atividades dentro ou no entorno da água e como reduzir esses riscos.

Barreiras cercando a piscina reduzem significativamente o risco de afogamentos. As barreiras devem ter pelo menos 1,5 metros e possuir portão com trava automática e maçanetas fora do alcance das crianças.

Verifique também se a tampa do ralo de fundo é anti-aprisionamento (formato abaulado com aberturas de no máximo 10mm) e se os bocais de aspiração estão devidamente tampados.

2. Crianças mais seguras

Reduzir o risco de vítimas potenciais com a supervisão constante de um adulto, aprendendo habilidades de natação e de segurança aquática. Quando estiver em barco, utilizar colete salva-vidas aprovados pela Marinha do Brasil.

3. Respostas mais seguras

Reduzir o risco durante um acidente aprendendo técnicas básicas de emergência, tendo um plano para situações de emergência e um telefone sempre a mão para acionar o Corpo de Bombeiros através do número 193. Mesmo que o afogado esteja aparentemente bem ele sempre deve ser encaminhado para uma avaliação médica.

Com estes 3 passos, o verão se torna mais seguro!

Se você e a sua família seguirem estas 3 dicas e estiverem sempre atentos aos seus redores, o verão fica mais seguro para todo mundo!

Se você quer que os seus filhos aprendam habilidade de natação, como mencionado na dica 2, não perca tempo!
Marque agora uma aula experimental, previna-se e tenha um verão mais calmo e seguro.

Entre em contato com a gente por aqui e marque já!

Esperamos por você,
Equipe Planeta Corpo
Segue cartaz do INATI com todas as informações acima, para você mostrar para toda a família!
afogamentosafogamentos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *